Blog

Para o RH

RH integrado: como sobreviver às mudanças impostas

última atualização dia 11 de fevereiro de 2022

Você já ouviu falar sobre RH integrado? Consiste na conexão de processos, com o objetivo de gerar valor para o negócio. A partir disso, lideranças e colaboradores são observados no contexto geral, identificando o que cada um pode agregar ao negócio.

Consiste em uma mudança de ponto de vista, em que os profissionais de Recursos Humanos deixam de olhar apenas para a gestão de pessoas e passam a avaliar o cenário do negócio de uma maneira geral, imprimindo um olhar estratégico sobre cada processo.

Existem desafios que precisam ser superados pelos profissionais de RH, com o objetivo de atender as empresas de forma global. Afinal, agora não devem mais lidar apenas com contratações e desligamentos, mas com a produtividade, desempenho e outros fatores.

O que é RH integrado?

O RH integrado tem o objetivo de agilizar processos e garantir que objetivos sejam cumpridos de forma mais veloz e com precisão. A partir disso, os profissionais de Recursos Humanos passam a ser responsáveis também por pensar soluções para outras áreas da empresa.

Conhecido também por RH holístico, funciona principalmente em empresas que possuem processos bem definidos e que tenham as atividades alinhadas. Isso vai desde a cultura organizacional até as atividades desenvolvidas.

Não é de hoje que o RH passou a ter um papel mais amplo nas empresas. Algum tempo atrás, era possível imaginar que esses profissionais eram responsáveis apenas por contratações e desligamentos de colaboradores. Mas, hoje atuam de uma forma muito mais abrangente, para que o empreendimento possa crescer.

Quando uma companhia conta com um setor de Recursos Humanos integrado, que conhece todos os procedimentos da organização, tende a ter resultados muito mais positivos.

5 vantagens do RH integrado

Quando uma empresa possui um RH integrado, os profissionais da área conseguem analisar as atividades do negócio de uma maneira ampla. Isso é excelente para a organização, que evita erros e agiliza os processos.

Desde a contratação de colaboradores até o desempenho de cada um deles, tudo pode ser alinhado em busca de melhores resultados. Confira a seguir 5 vantagens de investir nesta integração.

1.     Agilidade nas decisões

A tomada de decisões pode ser um problema para negócios que ainda não contam com uma gestão integrada. Aliás, isso pode trazer prejuízos, já que em alguns casos a demora faz com que processos sejam perdidos ou feitos de forma equivocada.

Por outro lado, com a agilidade nas decisões, é possível evitar aborrecimentos. Desse modo, o RH integrado pode se basear em documentos e relatórios para identificar cada processo de um negócio, o rendimento dos colaboradores e muito mais.

A integração com outros setores faz com que o RH conheça melhor os processos que existem na empresa, os gargalos e seja possível otimizar a comunicação. Desse modo, a integração faz com que as ações sejam resolvidas mais rapidamente, evitando desgastes internos.

2.     Recrutamento e seleção

O processo de recrutamento e seleção de colaboradores também é beneficiado pela gestão integrada. Quando profissionais são escolhidos corretamente, é possível diminuir a rotatividade das taxas de turnover. Assim, a empresa gasta menos com o treinamento de novos colaboradores, para as vagas abertas.

A integração entre líderes de times e RH é importante neste momento. Desse modo, eles podem mostrar o que realmente está faltando na questão de profissionais, para que as novas contratações supram as necessidades. Apenas contratar por contratar não adianta, é preciso que os selecionados combinem com as vagas.

3.     Gestão de competência atividades

As empresas que contam com áreas de Recursos Humanos integradas tendem a lidar melhor com os colaboradores. Estes profissionais serão capazes de avaliar o desempenho de cada um, de uma forma ampla, para identificar os processos em que atuam.

Existem ferramentas que o RH pode implementar e acompanhar os indicadores. Então, é algo que melhora o momento de dar feedbacks, aumentos salariais e adequações de cargos. Além disso, a gestão de competências ajuda também na avaliação de lideranças.

Enfim, possuir dados em mãos, que permitam uma avaliação verdadeira e sem achismos é a melhor escolha. Aliás, serve também para identificar as expertises de cada trabalhador, suas qualidades e em quais atividades se encaixam melhor. Ou seja, também permite melhorar a produtividade.

4.     Produtividade

Acabamos de falar sobre isso e é importante reforçar como o RH integrado é capaz de tornar as equipes mais produtivas, e consequentemente os negócios mais rentáveis. Aliás, ao lidar com informações armazenadas em sistemas integrados, os profissionais de Recursos Humanos também podem agir com mais velocidade.

Quando os colaboradores têm suas dúvidas respondidas rapidamente e sabem o que precisa ser feito, não ficam ociosos. Em alguns casos, essa demora atrapalha o negócio de uma forma geral. Então, integrando as equipes é possível conectar os setores e ampliar a produtividade.

5.     Segurança

Ao integrar as informações relacionadas à gestão de pessoas, a empresa fica mais segura. Com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) em vigor, é importante manter protegidas informações dos colaboradores, evitando multas e processos.

Neste caso, o RH passa a lidar com informações gerais, sem que pessoas de outros departamentos tenham acesso. A confiabilidade do processo é importante para o seu sucesso e neste caso, os dados pessoais ficam restritos e mais seguros. Isso vai desde os processos de recrutamento até a folha de pagamento.

Como implantar o RH integrado na empresa?

O RH integrado ajuda a formar a imagem de uma empresa unificada, alinhada e direcionada para os mesmos objetivos. É necessário que os gestores olhem para o negócio da forma que ele realmente é, sem uma visão distorcida sobre as coisas. Além disso, o ideal é que sejam feitos ajustes alinhando estratégias, atividades e a cultura organizacional.

Para que seja possível atingir este objetivo, é necessário que alguns passos sejam seguidos:

  • Analisar a empresa de uma maneira geral, considerando todos os processos;
  • Identificar como é a cultura organizacional;
  • Avaliar os concorrentes e o que eles impactam no mercado;
  • Determinar uma visão, missão e valores.

Portanto, é importante conhecer a empresa de uma maneira global, entendendo todos os pontos essenciais para o seu funcionamento. Enfim, é preciso acabar com as visões distorcidas, conferindo a fundo os processos que fazem parte da corporação.

RH integrado é um desafio!

Ter um RH integrado é um desafio no começo, já que consiste na realização de mudanças estruturais nos processos. A partir disso, os profissionais da área começam a analisar a empresa de forma ampla, conferindo cada procedimento que existe nela.

O RH precisa estar conectado com os colaboradores, ainda mais, entendendo quais são as dúvidas deles, as dificuldades e sugestões que possuem. Isso mostra como a empresa valoriza cada um deles.

Aliás, é um desafio ter uma visão ampliada sobre o negócio. Desse modo, a capacitação constante dos profissionais da área e ter uma visão estratégica é essencial. A Ahfin, por exemplo, é parceira do RH e oferece benefícios diferenciados para que o profissional da área ganhe tempo para atuar de maneira ainda mais estratégica e integrada.

Que tal começar agora?