Blog

benefício saude financeira

Planejamento financeiro: 5 dicas para fazer o seu neste final do ano

última atualização dia 14 de dezembro de 2020

planejamento-financeiro

O planejamento financeiro é muito importante, pois é ele quem possibilita organizar as suas finanças pessoais da melhor maneira. Por meio dele, você consegue traçar estratégias pessoais que visam a quitação de dívidas e, consequentemente, um aumento significativo nas suas receitas. E quando se trata da gestão das finanças, a regra de ouro é: gastar menos do que se ganha. Mas como fazer esse equilíbrio?

As festas de fim de ano exigem um pouco mais de orçamento, pois sempre tem alguém para presentear ou uma conta extra para pagar. Sendo assim, esse é um dos principais motivos que tornam a organização financeira tão importante (sobretudo, quando é feita previamente).

Neste artigo vamos apresentar 5 dicas que ajudarão você a se organizar financeiramente nesse final do ano para conquistar seus objetivos. Confira!

1. Negocie suas dívidas

O primeiro passo para organizar o seu planejamento financeiro é negociar as suas dívidas. Isso não pode ser negligenciado, pois a qualquer momento o credor pode executar a dívida judicialmente, o que acarreta prejuízos muito maiores ao seu orçamento ou mesmo em relação ao seu perfil, pois o CPF negativado gera uma má impressão no mercado e falta de confiança.

Caso você precise comprovar renda, por exemplo, comprar um imóvel ou adquirir um empréstimo para financiar aquele sonho a mais, com o nome sujo fica mais difícil.

Nesse sentido, analise suas finanças e verifique como a negociação pode ser feita, ou seja, você consegue pagar tudo à vista? Se for preciso parcelar, em quantas vezes a dívida precisará ser dividida sem que comprometa o seu orçamento mensal?

Com essas informações em mãos, você consegue negociar com o credor um valor que não impactará negativamente o seu orçamento, possibilitando a quitação da dívida.

2. Planeje seus gastos

Todos os seus gastos precisam ser muito bem calculados para que as suas despesas não superem as suas receitas. Sendo assim, no planejamento financeiro, liste todos os seus gastos mensais, desde aquele cafezinho na padaria (que pode ser consumido diariamente e caracteriza um pequeno gasto) até o pagamento da prestação de um carro, por exemplo.

Dessa forma, você evita gastar mais do que ganha e, ainda, consegue se organizar para montar sua reserva de emergência.

3. Defina suas prioridades no planejamento financeiro

O que é mais importante para você? Existem situações em que não podemos fazer tudo o que queremos para não prejudicar nosso orçamento, certo? Por exemplo, se deseja quitar suas dívidas, muitas vezes, será preciso abrir mão de algumas viagens, roupas novas, refeições em lugares caros etc. Do contrário, dificilmente conseguirá alcançar seus objetivos

Para gerir bem o seu dinheiro, seja para quitar dívidas, seja para fazer um pé de meia, é necessário que você tenha uma meta. O que você tem como prioridade? Quanto custa esse sonho? Quanto tempo você levaria até alcançá-lo tendo como base o que você ganha? Essas são questões a serem levadas em consideração quando o objetivo é organizar as finanças.

4. Dê presentes que cabem no seu bolso

Final de ano é época de se reunir com quem você quer bem e presentear aqueles que ama. No entanto, é importante ter em mente que os presentes não podem exceder os limites do seu orçamento. Do contrário, você corre o risco de contrair novas dívidas e, ainda, não conseguirá pagar as antigas. Dessa maneira, essas contas que estão pendentes se transformam em uma enorme “bola de neve” difícil de quitar.

5. Adquira um crédito consignado

Se você chegou ao final do ano com pouco dinheiro extra e, ainda assim, quer se organizar para o início do próximo ano — em que incidem contas extras como IPTU, IPVA, e matrículas das escolas etc. —, o crédito consignado pode ser um auxílio. Com ele, você tem dinheiro extra no final do ano.

Essa é uma alternativa muito interessante que ajuda você a não ficar no vermelho. Sendo assim, esse valor pode ser destinado para diferentes objetivos, como quitação de débitos, pagamento de IPTU e IPVA, compra de presentes e, até mesmo, uma pequena viagem com a família e amigos.

Um dinheiro extra ajudará — e muito! — a tornar o seu planejamento financeiro muito mais eficaz, uma vez que você terá recursos suficientes para organizar as suas finanças e, com isso, evitará que as dívidas se acumulem e o impeçam de conquistar seus objetivos que você traçou em 2020, ou aqueles que ainda sonha para 2021.

Com o décimo terceiro batendo na porta (e na carteira) é fácil cair na tentação de gastar. A Ahfin está aqui para ajudar você a ter recursos suficientes para ter uma saúde financeira tranquila e de qualidade.

Ter acesso a um crédito extra e oferecer esse benefício aos funcionários é uma vantagem que nem toda empresa tem, mas que pode contratar. Entre em contato conosco agora mesmo e saiba como podemos ajudar empresários e equipes de trabalho inteiras a tirar o melhor proveito da gestão das finanças, com as parcelas sendo descontadas diretamente na folha de pagamento, a juros mais competitivos. A educação financeira anda lado a lado com a gestão das finanças, seja no final do ano, seja no início do próximo.