Blog

beneficios do colaborador

Benefícios corporativos: qual a hora certa de oferecer aos colaboradores?

última atualização dia 30 de novembro de 2021

Entenda como funcionam os benefícios corporativos

Os benefícios corporativos estão cada vez mais presentes entre os diferenciais oferecidos pelas empresas. Ainda assim, muitas delas ficam em dúvida sobre qual a hora certa de oferecê-los aos colaboradores.

Assim como qualquer outra decisão que impacte a gestão de pessoas da empresa, a escolha dos benefícios corporativos deve levar em conta o cenário atual do negócio, a cultura organizacional e também o perfil dos colaboradores.

Por isso, ao longo deste artigo, vamos apresentar alguns sinais de que está na hora de investir em benefícios corporativos diferenciados e como escolhê-los da melhor forma. Continue a leitura para saber mais sobre o assunto! 

O que são benefícios corporativos? 

Os benefícios corporativos são vantagens que uma empresa oferece aos seus colaboradores. Eles podem ser convênios médicos ou odontológicos, vale-cultura, vale-refeição, descontos em lojas, academias, cursos e até mesmo flexibilidade de horário.

Alguns benefícios são assegurados por lei através da CLT, como é o caso do FGTS, férias remuneradas, 13º terceiro salário, licença-maternidade, vale-transporte, entre outros. Porém, existe uma gama de benefícios que são opcionais para a empresa

Só para exemplificar, os benefícios corporativos mais utilizados no mercado são:

  • Vale-alimentação;
  • Vale-refeição;
  • Alimentação no local de trabalho;
  • Plano de saúde;
  • Plano odontológico;
  • Benefícios financeiros;
  • Participação nos lucros;
  • Descontos em cursos e universidades;
  • Parcerias com academias; 
  • Happy hour;
  • Horários flexíveis;
  • No dress-code;
  • Política pet friendly.

Em resumo, eles são utilizados como uma forma de gerar valor para a relação empresa e colaborador. Afinal, sabemos que atualmente, apenas um bom salário não é o suficiente para engajar um profissional.

A alta competitividade do mercado não impacta apenas a relação com o consumidor final, mas também a relação com as pessoas que trabalham na organização. E empresa nenhuma quer perder um bom profissional para a concorrência, não é mesmo?

Por isso, logo abaixo vamos te mostrar alguns sinais claros de como a falta de benefícios corporativos pode estar impactando o seu negócio. Confira!  

Quando oferecer benefícios corporativos

Em um mundo perfeito, benefícios corporativos seriam oferecidos por todas e quaisquer tipos de empresas. Mas, sabemos que isso está longe de ser a realidade e que muitos fatores impactam nessa decisão. 

Porém, eles podem solucionar alguns desafios que a sua empresa está enfrentando e serem utilizados como uma forma de melhorar processos, desempenho e claro, reter profissionais. 

Confira abaixo alguns sinais que indicam que sua empresa deve começar a considerar a oferta de benefícios corporativos aos colaboradores: 

  1. Baixa produtividade dos profissionais

Você deve estar se perguntando: qual é a relação de benefícios corporativos com produtividade? Simples! Profissionais satisfeitos rendem mais. E a satisfação se relaciona com os benefícios, uma vez que os colaboradores entendem eles como uma forma de valorização e reconhecimento pelo seu trabalho.

Nesse sentido, é importante buscar formas de mensurar a produtividade das equipes. Ferramentas de gestão de tarefas, sprints diários, relatórios de tarefas entregues por colaborador ou por equipe podem ser alguns exemplos de indicadores.

Logo após, o RH junto aos líderes das equipes podem avaliar o nível de produtividade dos colaboradores. E, caso ele não esteja ideal, é preciso rever processos e pensar em formas de lidar com o desafio. É nesse momento que entra a oferta dos benefícios corporativos. 

  1. Alta rotatividade na empresa

Se o seu negócio possui altos índices de rotatividade, isso é um sinal de alerta! O RH precisa agir e identificar os motivos que estão levando seus colaboradores a irem para outras empresas

Certamente, eles irão para uma empresa que ofereça mais. Porém, não se engane: nem sempre é apenas um salário maior. Pode ser um conjunto de fatores, que certamente irão envolver benefícios corporativos flexíveis e atrativos

Dessa forma, sua empresa precisa olhar para a oferta de benefícios como um aliado na hora de reter os colaboradores. Afinal, manter quem já conhece o seu negócio é muito mais rentável do que treinar novos profissionais. 

  1. Crescente aumento do absenteísmo

O absenteísmo é entendido como as constantes faltas, atrasos ou saídas antecipadas dos colaboradores durante a jornada de trabalho. Acompanhar esse indicador é fundamental, pois impacta diretamente nas atividades da empresa. 

No caso da indústria, o absenteísmo pode significar uma redução na produtividade. Já para o varejo, atrasos podem impactar diretamente no atendimento ao cliente. Ainda assim, é importante que a empresa identifique suas causas. 

Problemas de saúde, dificuldades financeiras, falta de valorização profissional, precariedade do ambiente de trabalho e má gestão são alguns exemplos de fatores que podem aumentar o índice de absenteísmo.

Por outro lado, se a empresa oferece plano de saúde, benefícios financeiros, investe em um ambiente de trabalho adequado, com horários flexíveis e uma boa liderança, com certeza a presença e a pontualidade dos colaboradores irá aumentar. 

  1. Dificuldade no recrutamento de novos talentos

Como falamos anteriormente, a competitividade no mercado de trabalho atual também pode impactar a contratação de novos talentos. Com tanto acesso à informações, hoje é muito fácil saber quais empresas são bons lugares para se trabalhar. 

E caso sua empresa enfrente dificuldades na hora de contratar, talvez seja o momento de rever a imagem que ela possui porta à fora. Investir em employer branding é o primeiro passo.

Mas, rever o que você oferece além do salário também é importante. Hoje, o dinheiro não é o único diferencial considerado. Desse modo, é preciso oferecer valorização, flexibilidade e mostrar que a sua empresa se importa de fato com o bem-estar das pessoas

Como escolher os benefícios corporativos da sua empresa

Sem dúvida, a escolha dos benefícios é algo que precisa ser feito com atenção e planejamento. Entender o cenário atual da empresa e o que ela deseja para o futuro é essencial. 

Porém, por se tratar de algo que será oferecido aos colaboradores, ouvi-los também faz parte do processo. Afinal, de nada adianta oferecer vantagens que não sejam úteis para as pessoas, não é mesmo?

Por isso, ao escolher os benefícios corporativos da sua empresa, líderes, gestão e RH devem considerar: 

  • Objetivos da empresa: antes de mais nada, reveja os objetivos da empresa e relembre a missão, visão e valores. O RH precisa se conectar com a visão de futuro da empresa, para atrair e reter as pessoas certas para fazer acontecer. 
  • Realizar uma pesquisa com os colaboradores: oferecer benefícios por oferecer nunca é o melhor caminho. Então, é preciso que eles façam sentido com as necessidades dos profissionais e sejam flexíveis, para que cada um escolha o que mais lhe traz valor. Por isso, ouvi-los é a melhor maneira de identificar os benefícios corporativos ideais para sua empresa. 
  • Opções de benefícios que o mercado oferece: atualmente, o mercado de benefícios corporativos segue em crescimento. Estudar e encontrar os parceiros ideais, que não ofereçam vantagens apenas para a empresa e os colaboradores, mas também para o RH, é fundamental durante o processo. 
  • A viabilidade para o negócio: a oferta de benefícios é excelente para sua empresa, desde que não comprometa o orçamento. Por isso, escolha opções que façam sentido para o cenário atual e que não irão representar um problema financeiro no futuro. 

Em resumo, uma avaliação criteriosa – começando pela visão de futuro, passando pelos desejos dos colaboradores e pelo momento atual do negócio – deve ser realizada para identificar os melhores benefícios que sua empresa pode oferecer. 

Benefícios corporativos: vantagens para empresa e colaboradores

As pessoas são a essência de uma empresa, e encontrar formas de valorizar seu trabalho e bem-estar, é algo que gera impactos positivos em toda a organização. Por isso, os benefícios corporativos devem ser vistos como aliados nesse desafio. 

Se a sua empresa ainda não oferece diferenciais aos colaboradores, talvez seja a hora de avaliar o cenário e considerar o investimento. Entenda sua realidade , busque parceiros que agreguem valor à experiência e ofereçam retorno à empresa, ao RH e claro, aos colaboradores. 

E tenha a certeza de que seus colaboradores serão fidelizados e entregarão os melhores resultados na hora de contribuir para alcançar os resultados do seu negócio!